Fórum Gamers

Comente sobre o que está jogando... no momento

0 Membros e 8 Visitantes estão vendo este tópico.

Offline Baha

  • Gamers
  • Petabyte
  • ******
    • Posts: 3.434
  • Cientista maluco
    • Ver perfil
Terminei o remake de Secret of Mana.

Eu realmente não gostei de todo o aspecto "mobile baixo orçamento" que o visual do jogo passou. Mas talvez eu arrisque ele qualquer dia.


Offline Gynoug

  • Gamers
  • Petabyte
  • ******
    • Posts: 3.533
  • A Nostalgic Age
    • Ver perfil
Terminei esta semana o Far Cry Primal. De começo não recomendaria, mas depois acabei gostando do jogo. Esta coisa de ambientação e num ambiente selvagem ficou bem feita, principalmente em ter que lidar com os animais e com as outras tribos. Se já jogou o FC4, é basicamente o mesmo jogo, porém num cenário homem das cavernas.

Comecei e já estou para desistir do Castlevania Lords of Shadow. Fiquei anos esperando para jogar e que coisa chata. Cheio de cutscenes e sequencias QTE para vencer batalhas. Voz, cenários, músicas, inimigos... que isso aqui tem a ver com Castlevania!  :mellow:


Offline Strife

  • Gamers
  • Terabyte
  • *****
    • Posts: 1.312
    • Ver perfil
Eu gosto do primeiro Castlevania: Lords of Shadow. Agora, eu lembro claramente que achei o começo dele meio meh, só engrenou mesmo após um tempo, especialmente quando chega no território dos vampiros e com mais movimentos para fazer no combate. No final eu curti bastante até, mas é uma pegada diferente com a franquia, outra empresa fazendo etc. Agora o Lords of Shadow 2 eu larguei, ruim demais. O spin off 2.5D é melhor.

E tirei o domingo para testar uns jogos que reinstalei no PS4, pois coloquei um SSD dele na sexta.

Control: avancei mais do que tinha jogado nele, mas um pouco só pela diferença para ver como o SSD afeta no jogo e ajuda demais, nossa. Antes entrar e sair do menu era quase um reboot, agora melhorou 200%. Continua muito interessante com uma história bem mais macabra do que esperava.

CTR: eu coloquei para ver especificamente por causa do SSD, não sou muito fã de kart mas queria testar esse, bonitão, sou fã de Crash e peguei numa promo. Mas os loadings desse jogo acho um incômodo, e o pior que não notei muita diferença do HDD para o SSD. Chato pra kralho os loadings de cada corrida, felizmente uma vez estando dentro e dando restart é rápido mas pqp. Não justifica, os loadings são maiores que Gran Turismo Sport porra.

Abzu: muito bonito, e achei até mais interessante do que achei que pensaria. Alguém chamou de um "Journey submerso" e lembra mesmo.

Detroit: Become Human: joguei só os dois primeiros capítulos, e os gráficos são impressionantes. Eu curto jogos como Heavy Rain, acompanho a Quantic desde Fahrenheit então não adianta vir falar de filminho, QTE blabla, recentemente terminei o Until Dawn e me diverti muito.

Riptide GP2: compra aleatório de promoção e foi um dos que mais joguei já, me diverti muito. Lembra o primeito Jet Moto. Por alguma razão o 2 estava metade do preço do 1 lol, mas deixei o 1 na wishlist da Steam/PSN para quando tiver. Realmente gostei, corrida arcadezão com várias opções e bons controles.


Offline night

  • Gamers
  • Exabyte
  • *******
    • Posts: 4.240
  • FG Team
    • Ver perfil
Detroit pra mim foi a melhor “novelinha” depois de Heavy Rain (apesar que gostei muito tb do Beyond Two Souls).
A pegada humanos / máquinas é um negócio bastante emocionante e receio que vamos ter esse embate em algum momento da história de fato


Offline Raptor

  • Gamers
  • Gigabyte
  • ****
    • Posts: 540
    • Ver perfil
Depois de anos e anos só jogando emulador e jogo indie porque meu PC não rodava outra coisa, finalmente comprei um PC decente em dezembro com a orientação de Baha e Kingo, pra ampliar meu espectro de experiências, e aí agora estou praticamente só jogando emulador e jogo indie. :mellow:

Eu tenho a impressão de que Resident Evil 4 abriu um vórtice de distorção dimensional e todos jogos de ação da atualidade são Resident Evil 4, até os RPGs. God of War tem culpa também por colocar aquela birosca do desafio de apertar o botão que flasha na tela na hora certa, seja pra matar uma mosca com uma raquete, seja pra dar um salto mortal quádruplo carpado por dentro de um arco de fogo no Tártaro enquanto esquiva de dinossauros. Eu acho incrível como ao invés de a tecnologia abrir espaço pra jogos cada vez mais diferenciados, ela noiou nesse fetiche de fazer jogos cada vez mais realistas, e aí foi tão bem sucedida nisso que acabou no final das contas sempre fazendo o mesmo jogo.

Pelo menos as empresas menores têm que se destacar pela criatividade, reinventar gênero mesmo, substituir parrudice técnica por sacada. Bom, os jogos que mais joguei nos últimos tempos foram Cuphead e Hollow Knight. Acho ambos excelentes. Mas aí fico insistindo em jogar jogo "bom" e "mais moderno", e uma frustração veio com The Witcher 3. Achei completamente insuportável. É lindo. Caprichado. Amplo. Mas pra mim é uma fórmula de repetição infinita não muito diferente de Diablo. Ou de Resident Evil 4. Ou Tomb Raider. Ou Far Cry. Ou virtualmente tudo. Mil itens pra craftar, mil lugares pra ir, mil personagens e lores, que no fundo pra mim só servem pra camuflar uma coisa: em essência, o jogo é a mesma coisa de todo o resto. Itens, lore, gráficos, é tudo skin pra você achar que tem variedade enquanto no fundo você vai ficar fazendo a mesma coisa por 200h de jogo. É uma infindável e colorida variedade de mesma coisa, é uma batalha de rima com um gago.

É isso. Tô postando porque soube que tem uma seita witcheriana aqui e quis polemizar, beijos.  :seifersux:


Offline Billy Lee Black

  • Gamers
  • Exabyte
  • *******
    • Posts: 6.151
    • Ver perfil
Nossa, obrigado por postar, Raptor. A minha sensação com o Witcher 3 foi exatamente essa.


Offline Strife

  • Gamers
  • Terabyte
  • *****
    • Posts: 1.312
    • Ver perfil
Pelo menos as empresas menores têm que se destacar pela criatividade, reinventar gênero mesmo, substituir parrudice técnica por sacada. Bom, os jogos que mais joguei nos últimos tempos foram Cuphead e Hollow Knight. Acho ambos excelentes. Mas aí fico insistindo em jogar jogo "bom" e "mais moderno", e uma frustração veio com The Witcher 3. Achei completamente insuportável. É lindo. Caprichado. Amplo. Mas pra mim é uma fórmula de repetição infinita não muito diferente de Diablo. Ou de Resident Evil 4. Ou Tomb Raider. Ou Far Cry. Ou virtualmente tudo. Mil itens pra craftar, mil lugares pra ir, mil personagens e lores, que no fundo pra mim só servem pra camuflar uma coisa: em essência, o jogo é a mesma coisa de todo o resto. Itens, lore, gráficos, é tudo skin pra você achar que tem variedade enquanto no fundo você vai ficar fazendo a mesma coisa por 200h de jogo. É uma infindável e colorida variedade de mesma coisa, é uma batalha de rima com um gago.

Nunca li tanta coisa errada num post aqui sem ser do Billy :lol:

Eu dei uma pausa no que tava jogando para jogar isso:

https://youtu.be/3VNKlKu7gb0

Divertido demais mds, coisas que só a Sega faria mesmo. Pena que a emulação não é perfeita, embora dê pra jogar tudo. O Redream nem reconhece teclado, mas o Demul sim, porém há uma leve falha de compatibilidade. Quando aparece uma frase com acentos estilo ponto, vírgula, apóstrofe, tu vai tomar dano, pq não sei qual o modelo que seria para reconhecer o teclado original do DC, mas em teclado normal, nem PT, nem EN, nem JP são compatíveis com acentos e pontuação no jogo em si. Não interessa qual tecla eu aperte, nunca vai.


Offline Gynoug

  • Gamers
  • Petabyte
  • ******
    • Posts: 3.533
  • A Nostalgic Age
    • Ver perfil
Eu gosto do primeiro Castlevania: Lords of Shadow. Agora, eu lembro claramente que achei o começo dele meio meh, só engrenou mesmo após um tempo, especialmente quando chega no território dos vampiros e com mais movimentos para fazer no combate. No final eu curti bastante até, mas é uma pegada diferente com a franquia, outra empresa fazendo etc. Agora o Lords of Shadow 2 eu larguei, ruim demais. O spin off 2.5D é melhor.
Bah, eu desisti mesmo... talvez tente o outro que tenho aqui, acho que é este que falou, o Mirror of Fate?

E sobre o Riptide, eu gosto de jogar eles (no PC e celular), justamente por lembrar um Wave Race ou Jet Moto do passado.


Offline Strife

  • Gamers
  • Terabyte
  • *****
    • Posts: 1.312
    • Ver perfil
Sim, o Mirror of Fate que é o 2.5D. Eu gostei dele e do primeiro Lords of Shadow, mas o 2 eu larguei.

E o Riptide GP2 é muito divertido mesmo, estou no segundo tier. Só acho que tá repetindo pista demais já, mas ainda tem bastante tier e outras motos para eu comprar e dar upgrade (acabei de comprar a primeira moto após a inicial pq já não tava dando mais para competir com a original), então imagino que tenha mais pela frente.


Offline SunStar

  • Gamers
  • Petabyte
  • ******
    • Posts: 2.953
  • Engineer
    • Ver perfil
Pelo menos as empresas menores têm que se destacar pela criatividade, reinventar gênero mesmo, substituir parrudice técnica por sacada. Bom, os jogos que mais joguei nos últimos tempos foram Cuphead e Hollow Knight. Acho ambos excelentes. Mas aí fico insistindo em jogar jogo "bom" e "mais moderno", e uma frustração veio com The Witcher 3. Achei completamente insuportável. É lindo. Caprichado. Amplo. Mas pra mim é uma fórmula de repetição infinita não muito diferente de Diablo. Ou de Resident Evil 4. Ou Tomb Raider. Ou Far Cry. Ou virtualmente tudo. Mil itens pra craftar, mil lugares pra ir, mil personagens e lores, que no fundo pra mim só servem pra camuflar uma coisa: em essência, o jogo é a mesma coisa de todo o resto. Itens, lore, gráficos, é tudo skin pra você achar que tem variedade enquanto no fundo você vai ficar fazendo a mesma coisa por 200h de jogo. É uma infindável e colorida variedade de mesma coisa, é uma batalha de rima com um gago.

Nunca li tanta coisa errada num post aqui sem ser do Billy :lol:

Eu dei uma pausa no que tava jogando para jogar isso:

https://youtu.be/3VNKlKu7gb0

Divertido demais mds, coisas que só a Sega faria mesmo. Pena que a emulação não é perfeita, embora dê pra jogar tudo. O Redream nem reconhece teclado, mas o Demul sim, porém há uma leve falha de compatibilidade. Quando aparece uma frase com acentos estilo ponto, vírgula, apóstrofe, tu vai tomar dano, pq não sei qual o modelo que seria para reconhecer o teclado original do DC, mas em teclado normal, nem PT, nem EN, nem JP são compatíveis com acentos e pontuação no jogo em si. Não interessa qual tecla eu aperte, nunca vai.


https://store.steampowered.com/app/246580/The_Typing_of_The_Dead_Overkill/?l=portuguese


Offline Baha

  • Gamers
  • Petabyte
  • ******
    • Posts: 3.434
  • Cientista maluco
    • Ver perfil
Estou em skellige, quase terminando as quests importantes e... realmente, a vida é muito curta pra ficar procurando coisa na água.

Aproveitando, Witcher 3 é de longe o menos estável da série na minha máquina. Já deve ter fechado sozinho umas 30 vezes até agora. Ainda bem que eu tenho o hábito de salvar com frequência.

Também não dá pra jogar ele em borderless windowed em resolução não-nativa, senão ele necessariamente usa o scaling do desktop e escapa da tela, ou se você não deixar ele fazer isso ele fica numa área que não ocupa a tela toda. Aí eu tenho que jogar em true fullscreen, que funciona, mas tem um alt+tab bem instável e até o próprio encerramento do jogo as vezes trava outros programas que eu tenho abertos, possivelmente por sobrecarregar a RAM do sistema durante o jogo. Achei que 16GB seriam mais que suficientes...

Mais raramente também, a resolução do desktop não é reestabelecida corretamente ao fechar o jogo (ou quando ele fecha sozinho). Aí eu preciso reiniciar. E ainda mais raramente (aconteceu 2 ou 3 vezes até agora) ele dá um glitch na hora das cenas animadas/com vídeo que zoa a saída de vídeo e me obriga a reconectar o cabo HDMI. Quando eu faço isso estou de volta ao desktop, mas consigo dar alt+tab de volta no jogo e ele funciona, mas passa a pular todos os vídeos/animações (como as da tela de loading) até eu reiniciar a máquina.


Offline Strife

  • Gamers
  • Terabyte
  • *****
    • Posts: 1.312
    • Ver perfil

Offline Strife

  • Gamers
  • Terabyte
  • *****
    • Posts: 1.312
    • Ver perfil
Retomando, tem grappling hook em Ghost of Tsushima e agora é oficialmente um jogo perfeito.

https://youtu.be/m7v1alT_GcE

Quero q tudo se exploda :lol:

https://youtu.be/KzyIwI3YqbY


Offline night

  • Gamers
  • Exabyte
  • *******
    • Posts: 4.240
  • FG Team
    • Ver perfil
Marvel Avengers

Peguei numa promoção, e é complicado.

Eu nunca vi um jogo tão incompetente da Square Enix em toda a minha vida. Eu inclusive não sabia que eles eram capazes disso.

O modo história até que salva um pouco a experiência, é uma história de Avengers sob a ótica da Ms Marvel e apesar dela ser bem xarope em alguns momentos, eu achei ela uma personagem muito divertida de se jogar, e como personagem mesmo pro universo eu gostei.

O problema é que parece que o povo gastou todo o tempo de desenvolvimento do jogo para construir as primeiras missões (cerca de 10hs de jogo...) e depois fizeram o resto do jogo em 6 meses e esqueceram de passar pelo processo de QA.

Chega num ponto que as missões viram um processo de repetição sem fim das mesmas coisas com um reaproveitamento absurdo de assets e tudo. TODAS as missões a partir de um certo ponto e as do multiplayer seguem a mesma receita de bolo: Começa em uma área aberta ou fechada, mata uma horda de inimigos, avança pra outro andar, mata outra hora. As vezes mata um Boss, as vezes protege umas pessoas. É SÓ isso em loop eterno.

No final das contas esse jogo é uma cópia muito mal feita de Destiny, onde vi MUITAS inspirações e diria até que chupado na cara dura, como modificadores, alguns “ultimates”, estilos e bônus de equipamentos etc.


Por fim, desde Assassins Creed Unity eu não jogava um negócio TÃO bugado. Tem bug em tudo, TUDO. E o tempo TODO.

Pode escolher:

- Missões que travam pq não ativa algum trigger pra avançar para a próxima etapa
- Personagens que falam fora de sincronia
- Inimigos que entram dentro do cenário / chão / parede e ficam presos pra sempre o que também ocasiona vc travar a missão
- Texturas que não carregam ou demoram pra carregar
- Bug no depth of field que simplesmente deixa tudo fora de foco exceto o seu personagem (bom pra quem tem motion sickness igual eu)
- Buga até o feedback dos gatilhos e vibração do dual sense.

Esses bugs acontecem em TODAS as missões, vários ou pelo menos um. Não é esporádico.

Eu joguei no PS5, onde pelo menos o frame rate é constante e os loading a são muito rápidos. Pelo que vi nas reviews, a situação fica ainda mais cabulosa na geração passada com loads imensos e frame dropando pra 20 fps.


Se tu é muito, mas muito fã da Marvel, do universo, personagens... o jogo é aturável e vale uns 20 reais. Tu pode aproveitar o modo história e sair relativamente satisfeito.

Mas via de regra passe longe dessa bomba. Eu tô realmente perplexo com um jogo de tão baixa qualidade feito pela square. Tudo que a Insomniac fez pelo Spider Man a Square fez ao contrário aqui. :lol:


Offline Strife

  • Gamers
  • Terabyte
  • *****
    • Posts: 1.312
    • Ver perfil
Se tu é muito, mas muito fã da Marvel, do universo, personagens... o jogo é aturável e vale uns 20 reais. Tu pode aproveitar o modo história e sair relativamente satisfeito.

"Vale uns 20 reais", no sentido de, vc precisaria me pagar 20 reais para eu jogar isso e olhe lá :lol: